domingo, 3 de outubro de 2010

Ensinar a brincar

Porque é também a brincar que os nossos filhos comunicam , porque é a brincar que os nossos filhos aprendem os princípios de  interacção social,  a explorar sentimentos, a desenvolver causa e efeito, a estimular  a criatividade e a imaginação; porque eles não nascem ensinados; porque nos dias de hoje as crianças têm tantos estímulos, tantos brinquedos, tantas distracções que precisam ajuda para saberem brincar. E porque brincar com uma criança é fazer parte do seu mundo, transmitir regras, valores; garantir a nossa presença e a nossa protecção.
O Leo começou faz pouco tempo a brincar por maiores períodos de tempo sozinho, ele explora os brinquedos, bate com eles, enfia uns dentro de outros, é uma delicia observá-lo a brincar. Passo bastante parte do dia dedicada exclusivamente a brincar com ele, a ver um livro ou a cantar.
Ele tem uns carrinhos com uns bonecos tipo playmobil com os quais passa imenso tempo, um dia destes fiz de conta que os bonecos andavam sobre o tapete, meti-os no carro e fiz brumm brumm com eles :) e agora o Leo faz igual é tão amoroso. É tão bom vê-lo a crescer e a ser mais capaz... Isto me fez pensar que toda a criança necessita de brincar para aprender, para saber lidar e entender o mundo que a rodeia. Brincar ajuda-as nas suas frustrações, alivia o stress, ajuda a solucionar problemas que possam vir a surgir na vida real. É essencial que nós, pais,  intervenhamos junto deles, interagindo nas suas brincadeiras, acabando por os ensinar a brincar. Mas para tal, temos acima de tudo saber chegar aos nossos filhos, saber brincar com eles, voltar nós mesmos a ser novamente crianças, acordar as lembranças da nossa infância. Fazer a viagem ao mundo deles e ajudá-los nessa exploração. O que não podemos deixar de fazer é de brincar e interagir com os nossos pequenos.
Não deixemos de brincar com eles com medo de perder a nossa autoridade pois a brincar além de proporcionarmos um momento agradável entre pais e filhos podemos criar regras ou limites e competições saudáveis.
E certamente vão concordar comigo quando digo que não há nada que suscite maior prazer que ver o nosso filho a brincar de forma harmoniosa, alegre e divertida.
Vamos ser crianças, vamos brincar muito, fazer muitas "figuras tristes" :) mas acima de tudo brincar, fazer com que os nossos filhos se sintam felizes por poderem contar connosco.

3 comentários:

Adriana Alencar disse... [Responder Comentário]

Olá Sofia!
Obrigada pelo seu comentário em meu blog, foi muito útil, especialmente a parte em que não devo me preocupar com o que os outros irão pensar.
É maravilhoso brincar com os filhos, um "dever" gostoso. Você falou algo interessante: antigamente, os pais não brincavam com os filhos porque acreditava-se que isso diminuía a sua autoridad. Creio que há uma base bíblica para essa crença, pois o livro da sabedoria menciona algo semelhante. No entanto, os tempos mudaram e hoje devemos ser pais e amigos, pois as tentações são muitas e se os filhos não encontrarem apoio dentro de casa procurarão fora, onde há imensos perigos como a droga e a violência. Brincando adquire-se uma intimidade só comparável ao aleitamento, e feliz de você que tem tempo para isso, pois muitas mães gostariam de brincar mais mas não podem.
Um abraço,
Adri

Sofia disse... [Responder Comentário]

@Adriana Alencar Sinto-me privilegiada por ter a oportunidade de ser mãe a tempo inteiro... Para pais que trabalham não deve ser fácil arranjar tempo em que se dediquem exclusivamente a brincar com os seus filhos, mas acredito que pais dedicados o consigam fazer de forma tão carinhosa como eu que tenho mais tempo.

ESpeCiaLmente GaSPaS disse... [Responder Comentário]

Já somos 2 :)

Ás vezes sinto é que me falta imaginação para inventar mais brincadeiras...hehe

Enviar um comentário

Partilha comigo a tua opinião

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...