terça-feira, 27 de março de 2012

O meu filho tem este comportamento e eu sei porquê - parte 3

Mais um texto de uma mãe que tentando acertar sente que errou.
Mãe que se importa, mãe que se questiona, faz o que acha certo no momento de agir... pode certamente não ser o mais correcto mas no momento em que o fez era o "mais" possível. O facto de reflectirmos as nossas acções como mães e educadoras acredito que seja já um passo em frente para fazermos o melhor pelo futuro dos nossos filhos.
E como não somos perfeitas, embora muitas vezes somos levadas a acreditar que sim, erramos ao tentar acertar, ao tentar fazer o melhor... mas é nestas tentativas que vamos aprendendo - sermos criticas com nós mesmas é no meu ponto de vista o melhor caminho.
A mãe de hoje escreveu:
------

" Quando tive a minha primeira filha, foi uma felicidade para toda a família!!
A novidade e o desconhecimento leva-nos a ter certos comportamentos, que mais tarde reconhecemos serem errados, a primeira dificuldade foi o dormir.... porque quando a colocava no berço eu não saía do quarto sem que ela adormecesse, ela foi crescendo passou para o seu quarto já numa cama maior e eu acabei por a "habituar" a ter-me sempre a seu lado até ela adormecer. Os anos foram passando e eu tanto na hora da sesta como à noite, lá me deitava com ela para ela dormir.
Quando ela tinha 5 anos e meio nasceu o irmãozinho, e eu vi aí uma oportunidade para que isso acabasse, falei com ela expliquei que a mãe tinha que cuidar do mano e que ela teria que passar a adormecer sozinha, pois também já estava crescidinha!! Resultou.... quer dizer em parte, pois eu passei a deixar de a adormecer, mas quando o pai dormia em casa, normalmente ao fim de semana (a profissão dele não permite que ele esteja todas as noites em casa), ela implorava para o pai se deitar com ela.... e ele lá lhe fazia a vontade.
Finalmente neste momento ela já adormece sozinha sem mãe e sem pai, consegui!!!!  Finalmente aos 10 ANOS consegui!!!!
Eu jurei que com o irmão isso não iria acontecer, mas não sei explicar e as coisas foram pelo mesmo caminho.... foi mais forte do que eu.... ERREI NOVAMENTE, com  ele ainda é pior porque tem que ser mesmo a mãe a adormecer, nem o pai consegue, só a mãe e mais ninguém!!!  O problema é que ele tem 5 anos e meio e vai para a escola em Setembro e eu quero mesmo conseguir que ele adormeça sozinho!! Será que me podes ajudar numa solução possível? para que isto acabe? Eu sei que errei em duplicado e que a culpa é minha e não deles, mas não queria arrastar o problema até aos 10 anos dele!!!"

------

Cá em casa a hora do sono é levada muito a sério, e acredito que o primeiro passo a dar para uma criança adormecer sozinha é a nossa própria segurança com a situação.
Aqui aconteceu muito naturalmente do recém-nascido que adormecia a mamar, que fazia muitos soninhos completos no colinho da mamã enquanto esta aproveitava para dormir também até ao menino que se deita dá beijinho na mamã, trocamos umas palavras de carinho e eu saiu simplesmente do quarto e ele adormece.
O Leo adormece completamente sozinho desde cerca dos 6 meses mas teve algumas alturas que ele pedia para eu ficar com ele e eu ficava, respeitei muito a sua insegurança. O que resultou comigo que não resultou contigo?
Não sei, talvez a rotina mais rigida que eu tinha, talvez mesmo por eu ter conhecido a tua experiência antes de ter o meu próprio filho...

De uma coisa eu sei, não te deves sentir culpada o que já passou, já passou... e acredito que tenhas passado muitos momentos lindos a olhar os teus filhos a adormecer. Num entanto, acho que temos que ajudar os nossos filhos a tornarem-se mais independentes e seguros de si mesmos e o facto de o teu filho ainda sentir a necessidade de ter a mamã ao lado para adormecer pode mostrar uma certa insegurança e pelo que conheço passa também um pouco por aí.
O que podes fazer para ultrapassar isso, passando e o teu pequeno a ouvir a histórinha, dar beijinho e adormecer sozinho não sei muito bem... Talvez conversares com ele, faz com que ele se sinta um menino crescido, promete-lhe algo que ele queira muito se ele passar a dormir sozinho (nada de material, um passeio a um lugar da sua escolha, um piquenique em família, por exemplo). Tenta envolvê-lo mais na rotina do dia-a-dia tratando-o menos como uma criança pequena e mais como um menino que cresceu e tem as suas responsabilidades isso fará-o sentir-se mais seguro e autoconfiante.

Este são os palpites de uma mãe que não teve problemas com a hora de dormir, alguém por aí tem ideias mais concretas??? Alguém já passou pelo mesmo?
Partilhem nos comentários.

Este post começou aqui:
Aprender com os erros dos outros
O meu filho tem este comportamento e eu sei porquê - parte 1
O meu filho tem este comportamento e eu sei porquê - parte 2

E quem quiser participar neste meu cantinho é só mandar o texto para o mail: ssbrites@gmail.com

2 comentários:

Especialmente Gaspas disse... [Responder Comentário]

Quanto a mim só é um erro fazer isso se os pais se sentirem mal com isso, independentemente da opinião das outras pessoas! Achar que não se faz só porque os outros não acham normal... é um erro! Não sei se é o caso...

Eu desde que o meu filho nasceu que o punha na alcofa, cama, etc... e ele adormecia sempre sozinho, apartir dos 7 meses sem eu estar no quarto.
Quando tinha 22 meses de um dia para o outro ele exigiu que não adormeceria mais sozinho... e até hoje que tem 36 meses, para dormir, temos de estar perto dele. Felizmente adormece rapido :) Se isso me incomoda? Não! se ele se sente mais seguro assim... melhor! ele está feliz eu estou feliz... pelo menos para já!! Uma coisa é certa... um dia ele não me va querer mais perto para adormecer e muito provavelmente eu vou sentir saudades!!

De qualquer forma, já pensei... se um dia me der mais jeito que ele durma sozinho, sem ser da iniciativa dele, como faço...? Lembrei-me que um quarto novo pode ser uma possibilidade! Mas não sei se resulta, até pq cada miudo é diferente.
Vou ficar atenta a outras opiniões :)

Sandrapizzati disse... [Responder Comentário]

Adorei o seu blog! Só a título de curiosidade há um agregador de conteúdos chamado Agrega Pais, que é voltado para a Família e vai dos blogs de mães até blogs geeks, super diversificado, uma ótima forma de divulgar seu blog para este público específico.
http://www.agregapais.com.br/

Enviar um comentário

Partilha comigo a tua opinião

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...