terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Noção do medo - transtornos do sono

Estive desligada por uns dias, faltou-me tempo para escrever e comentar nos blogues que fui lendo, mas estou de volta. A partir de uma nova cidade e uma casa nova :)
Agradeço as dicas e testemunhos que recebi acerca do último post. A situação mantém-se com poucas alterações desde que descrevi aqui.
Até ao dia da mudança de casa decidi simplesmente dar muito mimo para o Leo. Ele acabou dormindo todos os dias connosco, quando muito dormia até à 1h-2h na cama dele e depois vinha para a nossa. Agora nesta nova etapa da nossa vida, nova casa, novo quarto estou a tentar entender melhor o que se passa e a tentar ajudá-lo.
Já li algumas coisas sobre o assunto - terrores nocturnos, medos, sonhos - e acabei tirando algumas conclusões.
O Leo tem agora 16 meses está a começar a ter noção de que sonha e tenho notado que durante o tempo que está a dormir está mais agitado, (esta noite até o ouvi falar... ele dizia a dormir "chão, chão"). E acho que o facto de ele ter esta noção o assusta. Também tem manifestado outros medos que antes não tinha: medo de estar sozinho, medo de estar no escuro, medo do aspirador (basta dizer que vou aspirar e ele fica em pânico).
Ele está super concentrado na fala, fala desde os 10 meses e neste momento ele diz imensas palavras e já começa a fazer frases curtas, mas em contrapartida ainda não anda e isso acho que o deixa neste momento um  pouco frustrado. (Ele já começa a dar uns passinhos mas desiste na primeira queda, como bebé prematuro o Leo tem sempre demorado mais a nível motor que os outros bebés da mesma idade, mas está tudo bem com ele.)
A mudança de casa por mais que eu tenha tentado manter todo o mais calmo e organizado possível deixou-o cansado e irritado. Acredito que cada coisinha acabou provocando alterações no seu sono.

Encontrei um texto interessantíssimo aqui: www.virtualpsy.org que me deixou mais descansada.
Transtornos do sono - De 1 a 2 anos
Algumas vezes os transtornos do sono começam no segundo ano de vida. Nessa fase a criança se excita com todas novidades e possibilidades (engatinhar, andar, pegar...)
A partir daí, dormir já não é somente uma resposta automática às necessidades fisiológicas, uma vez que a criança precisa abstrair-se de seus interesses para poder dormir. Pode produzir-se, nesta fase, um grau importante de ansiedade, fazendo com que a criança tente manter-se acordada por todos os meios.
Também nessa fase a criança começa a se utilizar de todos os meios para manter sua mãe por perto, tais como o choro, birras, manhas, etc. Para pegar no sono é necessário alguns rituais, como canções de ninar, balanços, sucção do peito materno, recorrer a objectos aconchegantes, tais como bixinhos de pelúcia, mantas de lã, paninhos, etc.
Entre os factores externos capazes de provocar ansiedade e, consequentemente perturbar o sono, os principais são a irregularidade dos horários, ambientes barulhentos e agitados e a superestimulação por parte dos pais e parentes. 

Neste momento só me resta dar muita atenção ao Leo e ajudá-lo a ficar mais calmo e menos ansioso e se ele quer tanto a mamã lá estarei eu (é o meu papel :) ). Enquanto isso continuo dormindo em fragmentos... por vezes no quarto do Leo por vezes no meu quarto... enfim nada que uma mãe se possa lamentar não é verdade?!
Caso a situação não fique pior vou simplesmente considerar que não é mais que uma fase e que irá passar.

 Um óptimo dia

4 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse... [Responder Comentário]

O meu medos para já não demonstra, nem mesmo do berbequim.

O andar começou no aniversario dele... desconfio k por ver outro meninos a faze-lo, nesse dia ganhou coragem e nunca mais ninguém o parou :)

Tens de ter calma e paciencia, são fases e como mães resta-nos apoia-los o melhor k podemos.

Cora disse... [Responder Comentário]

Que bom!
Boa sorte então, com a nova casa e com o sono do pequeno!
beijos.

Anne disse... [Responder Comentário]

que bacana, vai ficar tudo bem.
por aqui, com 6 meses à menos que o Leo, Joaquim parece muito não se interessar pelo sono pois tem coisas melhores para fazer.
Fica visívelmente cansado e irritado, mas não se entrega...
nos lamentamos, mas adoramos!
bjos

Luana disse... [Responder Comentário]

Oi Sofia!
Meu filho mais velho hoje tem 2 anos e 10 meses. Ele sempre foi muito tranquilo e fez tudo bem devagar. Sentou com 8 meses, engatinhou com 11 e só andou com 16-17 meses. Hoje corre pra lá e pra cá.
E quando tinha 1 aninho começou a ter terror noturno. Na maioria dos dias ele acordava berrando e chorava durante um tempão. Não tinha nada que o fizesse acalmar. Fomos aconselhados a não fazer nada, apenas ficar ao seu lado enquanto ele não parava. E os disseram que a criança não se lembra do qeu aconteceu ou seja, isso não interfere em nada em seu sono e sua rotina. Até hoje tem épocas que ele acorda chorando e já reparei que é sempre quando o seu dia foi muito cheio de novidades.

O segredo é paciência mesmo!

Um beijo e boa sorte!
Luana
www.maemorial.blogspot.com

Enviar um comentário

Partilha comigo a tua opinião

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...