terça-feira, 7 de setembro de 2010

Treinar o cérebro desde a infância - uma vantagem para toda a vida

Treinar o cérebro é óptimo não só para as nossas crianças mas também para nós adultos. Com o aumento da esperança média de vida e a maior incidência de doenças degenerativas o melhor que temos a fazer é precavermo-nos e tentarmos manter-nos o mais mentalmente-jovens possível. E treinar o cérebro é um bom exercício para todos, além de poder ser bastante divertido.
Através de jogos de pensamento como por exemplo jogos de memória além de desenvolver o cérebro, podemos conseguir que as crianças tenham menos dificuldades na escola, será mais fácil para esta aprender a tabuada, regras gramaticais, a escrever sem erros, com este treino é mais fácil e natural "gravar" nas células cerebrais de memória.
Os jogos de pensamento melhoram as interligações entre as células cerebrais. E ajudam a activar o hemisfério direito do cérebro de forma a usufruir dos benefícios contidos neste, como a imaginação criativa, a serenidade, a visão global, a capacidade de síntese e facilidade de memorizar, dentre outros. E é através de técnicas variadas poderemos estimular o lado direito do cérebro e buscar a integração entre os dois hemisférios, equilibrando o uso de nossas potencialidades. 

Sendo assim, podemos ajudar as nossas crianças desde cedo, existem imensos jogos de memória divertidos, a caminho da escola ou no passeio de domingo podemos passar o tempo de forma mais divertida. Podemos falar sobre as placas de transito, podemos contar as plantas e os animais do parque e falar sobre eles. Podemos criar imensas perguntas com aquilo que nos envolve: "Neste momento estamos a passar sobre o rio. Como se chama? Conhecemos outros nomes de rios?"
Ou mesmo aquela velha brincadeira de viagens longas, um de nó começa: "Eu fui de viagem e levei uma caneta", o seguinte diz: "Eu fui de viagem e levei uma caneta e uma bicicleta" e assim sucessivamente até termos uma grande cadeia de palavras, tornando-se difícil lembrar de tudo o que levámos de viagem.  :)
Existem também as famosas mnemónicas (por exemplo, aprender o número de dias dos meses do anos  usando a mão).

Com estes rituais de pensamento, procura de mnemónicas, descobrir e analisar o que vemos podemos divertirmo-nos bastante com os nossos filhos.
De acordo com trabalhos científicos sabe-se que crianças que desenvolvem desde cedo as interligações entre os dois hemisférios do cérebro aprendem mais facilmente. Têm pensamento lógico e intuitivo mais desenvolvido, são práticos  e sonhadores, racionais e emotivos,  captando todos os ensinamentos com mais facilidade. Isto os tornará muito mais capazes e autoconfiantes.

E se a brincar podemos construir no nosso cérebro novos caminhos, estradas e autoestradas vamos a isso... brinquemos muito. 


Um óptimo dia para todos

2 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse... [Responder Comentário]

Eu às vezes bem tento inventar... mas acaba por me faltar é a mim a imaginação para criar actividades com ele!! hahaha

Sofia disse... [Responder Comentário]

@ESpeCiaLmente GaSPaS
Pois a mim também me falta por vezes a imaginação deve ser de não andar a treinar muito :)
Um jogo que eu jogo com os meus sobrinhos (o meu Leo ainda é muito pequenino :)) é de inventar histórias é muito divertido e puxa imenso pela criatividade. Nós fazemos assim: olhamos para uma paisagem, um grupo de pessoas ou animais e um de nós conta um pouco da história daquilo que estamos a ver e o seguinte continua e assim todos juntos fazemos uma grande história, por vezes rimo-nos bastante com o resultado. :D

Enviar um comentário

Partilha comigo a tua opinião

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...