segunda-feira, 9 de maio de 2011

Educar a autoconfiança e a autoestima

A autoestima e a autoconfiança são as ferramentas mínimas para o ser humano ser capaz de levar a vida de forma saudável e feliz, enfrentando todas as dificuldades, resistências e frustrações.
Autoestima é auto-amor, é aceitar quem somos, é gostar de nós mesmos... é compreender-me, acolher-me e aceitar-me do jeito que eu sou e da maneira que eu estiver em cada momento e situação da minha vida.
Autoconfiança é confiança em mim, força de vontade, é crer que eu sou capaz, que eu posso, que eu consigo, que eu tenho capacidade e disposição para ir em frente, para aprender o que eu não sei, para reconhecer e aproveitar as oportunidades, para ultrapassar os obstáculos que surgem, para superar meus bloqueios e para vencer minhas limitações.
É por isto que defendo que viver sem estes dois não é ser feliz, não é estar bem. E se não estamos bem, nós ou as nossas crianças, temos que fazer alguma coisa e não cruzar os braços...
Primeiro o que temos a fazer se achamos que os nossos filhos não se sentem confiantes é olhar no espelho, sim no espelho.
Quantas vezes eu já disse por aqui que é com exemplo que se educa???!!! 
Sinto-me confiante??? Gosto de mim??? Se sim, certamente estarei a conduzir os meus filhos no bom caminho, e eles ganharão estes sentimentos com um pouco de atenção e incentivo da nossa parte, se não... tenho que tomar uma atitude. Pois se nós mesmos não nos sentimos confiantes como poderão se sentir os nossos filhos.
Se as raízes não têm confiança e autoestima como poderão os frutos se alimentar!!!!

Nós sentimos o que pensamos. A nossa autoestima é o resultado dos nossos pensamentos e atitudes. E se a nossa autoestima for alta teremos certamente mais confiança nas nossas habilidades. Em geral: quanto mais positiva a nossa autoestima e autoconfiança for, mais bem-sucedidos podemos ser e podemos lidar melhor com as pessoas, os problemas e a vida... E a base para nossa auto-estima é certamente definida na infância.
Como pais e professores, temos uma grande influência sobre a auto-estima de nossas crianças. A base para a auto-estima, dizem os especialistas, é formada nos primeiros 6 anos de vida. A experiência que fazemos nestes primeiros anos dão forma à nossa autoestima-essencial. Mais tarde os colegas também terão um grande impacto, mas com uma base solida não é com eles que grandes alterações ocorrerão.

Como podemos então ajudar na formação de autoconfiança nos nossos filhos? (aqui ficam algumas dicas que acho essenciais)
  1. Quanto mais positiva for a autoconfiança e autoestima dos pais maior será a das crianças, então sê um bom modelo, trabalha e reforça a tua autoconfiança e autoestima;
  2. O elogio e reconhecimento é a forma mais fácil e rápida de aumentar a autoestima de uma pessoa, elogia pelo menos uma vezes por dia o teu filho (o comportamento, por exemplo, e se o teu filho dificilmente se comporta de forma excelente, elogia o melhor que ele conseguiu e ele aumentará o seu nível a cada dia, não precisa ser o perfeito mas sim o melhor), elogia também as tentativas de fazer algo, se o teu filho tentou já foi positivo; 
  3. Pega no teu filho ao colo pelo menos uma vez por dia para lhe dizeres o quanto gostas dele, o quanto estás feliz por ele existir; 
  4. Evita criticar e caso o faças critica a ação não a pessoa, por exemplo, diz-lhe que o amas mas que o seu comportamento te chateia muito;
  5. Mostra ao teu filho que ele pode controlar os seus próprios sentimentos, se ele se sente triste podes-lhe pedir que feche os olhos e pense em algo bonito que já lhe aconteceu, ou que pense numa situação em que já teve orgulho em si mesmo por ter conseguido algo, ajuda-o a relembrar estes momentos que o fizeram sentir-se confiante. Explica-lhe que não são os sentimentos que o comandam mas sim os seus pensamentos e ideias;  

A autoestima e autoconfiança positivas são as principais razões para uma criança atingir um estado mental estável, que lhe permita confiar em ser capaz de lidar com a vida e lidar com a rejeição dos outros. Valorizar a si mesmo e as suas ações. Sentir que tem um lugar no mundo...


E tudo isto com uma "pitada" (uma grande pitada :) ) de carinho e atenção dos pais estará o caminho aberto para um futuro com pernas para andar...

Uma ótima semana para todos

1 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse... [Responder Comentário]

:) Acho k o meu Piki está no bom caminho :)

Enviar um comentário

Partilha comigo a tua opinião

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...