sexta-feira, 23 de julho de 2010

Amor e bons exemplos chegam?

O Amor é o mais importante sentimento que podemos dar aos nossos filhos, seguido dos bons exemplos que devemos transmitir o mais frequentemente possível. Com este dois pilares podemos seguramente construir uma educação sólida. Não se faz educação sem amor e exemplos...
Existem crianças que aparentemente o amor e os bons exemplos que os pais lhes dão são suficientes para os tornar responsáveis. amorosos e felizes. Estas crianças aprendem cedo através de bom-senso a aceitação de  limites sem se revoltarem, as chamadas "crianças que não dão trabalho". No entanto, eu conheço muito poucas crianças assim. Com a maioria das crianças as coisas não são tão simples.Amor e bons exemplos são sem duvida essenciais mas não suficientes.
O filho de uma amiga minha tem 2 anos e sempre foi uma criança sem problemas de maior mas desde algum tempo tornou-se rebelde e mau para os amiguinhos da escola, agora aprendeu não sei bem onde a morder as suas vitimas, está completamente irreconhecível ele nunca tinha batido ou mordido outras crianças. A mãe está muito triste e sem saber o que fazer, ele sempre foi uma criança adorável a quem nunca faltou amor, tempo, bons exemplo e mesmo limites definidos. Porque ficou ele assim? Mesmo estando os pais a dar o seu melhor?


Como podemos impedir os nossos filhos de fazer coisas que não se deve fazer? Como os podemos convencer a fazer coisas que não querem - ou seja, as tarefas e obrigações que os pais acham importantes e necessárias? O que podemos fazer se todas as boas palavras e exemplo até agora foram insuficiente e sem efeito?

4 comentários:

Cora disse... [Responder Comentário]

Sofia, o caso de sua amiga mais me parece um trauma sofrido pela criança...um empurrão dado por outra pessoa, pode ter desencadeado nele este comportamento.
Muitas vezes um simples fato, pode ocasionar esta mudança brusca na criança.

Temos que ficar atentas aos sinais que a criança, dá....peça á ela que faça um desenho, e neste coloque as pessoas da família...ela desenhará ao lado dela quem mais "simpatiza" (digamos assim) com ela.;
E assim como no desenho, é na vida, basta ficar de olho!!

Amor é tudo, mas lembremos que trata-se de um ser humano que esta aprendendo a se comportar e agir diante dos seus problemas, é como um diamante bruto, temos que molda-lo.
Beijos, belo post.

Sofia disse... [Responder Comentário]

@Cora

Olá Cora,
Talvez seja só influência de outra criança da escolinha dele, não sei mesmo. Vou seguir a tua dica com o desenho talvez descubra qualquer coisa.

Obrigada
Beijinhos

ESpeCiaLmente GaSPaS disse... [Responder Comentário]

Eu acho que as crianças que não dão trabalho regra geral são as que são criadas por pais com tempo.

Hoje em dia a maioria, por necessidade dos pais (e não é uma critica) são despejados numa creche, onde uma educadora cuida de não sei quantas crianças.

Um bebé precisa da mãe ao lado dele nos primeiros anos de vida, precisa de contacto, afecto, mama, disponibilidade... e numa creche nunca podem ter isso.

Estarei errada?

Sofia disse... [Responder Comentário]

@ESpeCiaLmente GaSPaS

Olá

Na minha opinião estás completamente certa... mas nos tempos que correm torna-se dificil para muitos pais ficarem mais tempo com os filhos. É o mundo que temos...
Eu sinto-me muito feliz por ter esta oportunidade de ser mãe a tempo inteiro :)

Enviar um comentário

Partilha comigo a tua opinião

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...