segunda-feira, 28 de março de 2011

Domingo chuvoso, segunda-feira radiante - e mais sobre a adaptação ao infantário

Em primeiro lugar quero agradecer todos os comentários ao meu ultimo post- Adaptação ao infantário, ama e afins- tempo sem a mamã - Sentia-me culpada pelo choro de abandono do Leo, e mais ainda porque não é por tenho que ir trabalhar mas sim para cuidar de mim para ter um tempinho para mim e isso me fez parecer egoísta. Os vossos comentários me deram força, obrigada :)
É verdade que não é por obrigação que o Leo vai passar 4 dias por semana por 2h-2h30 no infantário, mas porque é necessário:
- é necessário eu ter um tempinho para mim (estar longe da família, como já referi, torna-se dificil ter tempo para nos sentirmos também mulheres além de mães) o que se está a revelar melhor do que eu julgava, só ainda fui 2 vezes e me sinto mais leve (ainda não em kilos mas na alma ihihih) e bem disposta :) ;
- é necessário o Leo brincar com mais crianças e quando as pessoas que conheces são em número tão reduzido temos que ir à busca (vida no estrangeiro nem sempre é fácil);
- é necessário o Leo aprender alemão, para um bom começo no jardim escola com 3 anos e uma entrada de sucesso na escola;
Ok, já organizei a minha cabeça e admito que estava a fazer tempestade num copo de água.

Este domingo foi bem cinzento e chuvoso e como vocês devem saber bem, criança o dia inteiro fechada em casa não é fácil. Então tive que puxar pela minha imaginação e... voilá... montámos um bowling cá em casa e foi um sucesso (só por uns 5 minutos por 2 sessões mas já valeu bem a pena). E só foi necessário 5 garrafas vazias e uma bola :) Mais uma actividade para se juntar as dicas: Brincar em casa

 
E hoje o dia já começou radiante, embora com uma noite dificil, acordámos cedo (6h20 da manhã e é assim faz quase 1 mês... eu quero dormir até mais tarde :( se alguém tiver a receita para criança dormir até mais tarde avise ok? ) e pelas 8h40 estávamos no ginásio.
E sabem que mais??!!! Correu lindamente, levei o Leo no infantário fiquei 10 minutos com ele, ele ficou a comer uma bolachinha sentado na mesa com outro bebé e eu disse xau e sai, esperei e ouvi-o chamar por mim, choramingou 3 minutos e 20 segundos (sim eu cronometrei o tempo... tinha colocado a meta de 5 minutos de choro sem parar e eu entrava de novo) não o ouvi mais. Passados 15 minutos ligaram para a recepção (no andar em que eu faço exercício) só para avisar que ele estava bem e para eu estar descansada. Não é fantástico? Ele conseguiu estar lá as 2 horas que eu demorei sem chorar.

O que pode ter ajudado, nesta boa reacção do Leo (que ainda temo que possa ter dias piores):
- Passei o fim de semana todo a falar com o Leo sobre a sua ida para a "escolinha", disse-lhe que ele ia ficar com a professora e que eu ia sair mas voltava; disse-lhe que tinha mesmo que ser e que ele não precisava chorar que podia brincar muito, que eu gostava muito dele e não o ia abandonar nunca  :) (não sei se ele entendeu tudo o que eu disse, mas acredito que tenha ajudado a nossa conversa)
- Vi com ele várias vezes um livrinho que ele tem de uns meninos que vão para o infantário, aproveitando em dizer-lhe que ele também iria;
- Preparamos juntos, de manhã cedo a mochila dele (bem colorida, que ele gosta muito) com a água, umas bolachas, uma banana e o seu "nené" (a fraldinha de pano que ele usa só quando quer dormir ou fica rabugento) e o cãozinho de peluche que ele adora.

E correu tudo lindamente :) vamos ver se assim continua!
Quando saímos de lá fiz questão de lhe dar os parabéns por ter brincado tão bem, dei-lhe muitos beijinhos e mostrei-lhe o tão contente e orgulhosa do meu Big-Boy eu estava.

Uma boa semana para vocês também

13 comentários:

Cora disse... [Responder Comentário]

Que bom!
Isso mesmo, ao fim da tudo certo!!
Fico feliz!

abraços.

Débora disse... [Responder Comentário]

Olha, que bom que a continuação da adaptação do seu baby está seguindo com progressos... fico muito feliz... e confesso que encorajada... ainda preciso cortar esse "cordão umbilical" com meu filho... boa semana pra ti tb

Mãe Feliz disse... [Responder Comentário]

Que bom que se está a adaptar bem. Ás vezes com os nossos medos também acabamos por lhes transmitir esse medo...

-beijinhos

Fernanda disse... [Responder Comentário]

Sofia, estou totalmente convicta que os bebés compreendem tudo! Portanto, temos sempre que falar tudo com eles, explicar muito bem, para os tranquilizar, e nunca, mas nunca fugir às escondidas! É preferível que te veja a sair, e chore, do que saíres à socapa, porque o Leo vai chorar à mesma, de mágoa por se sentir enganado por ti, e perdes a confiança dele.
Se precisas deste tempo para ti, se te faz bem, o teu bebé também vai lucrar com isso ;)

Beijinhos

Anne disse... [Responder Comentário]

Querida!
Enquanto comento aqui conto os minutos para eu mesma, com joaquim a tira-colo irmos ao nosso infantário - aqui berçario.
Eu tb estou cheia das mesmas angústias, dúvidas e culpas, mas de uma coisa tenho certeza: a gente faz sempre o que é melhor para eles. dentro do que podemos, do que precisamos, do que queremos. É sempre o melhor, ninguém deliberadamente faz a pior escolha...
Então o Leo e o Joaquim estarão em boas mãos, dando seus primeiros passinhos rumo à independência... e nós de olho!
Bjos e boa sorte!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse... [Responder Comentário]

É o cortar um bocadinho do cordão umbilical, mas tem de ser...

Força :)

Chris Ferreira disse... [Responder Comentário]

Oi Sofia,
COm criança o dia inteiro em casa temos que exercitar a nossa criatividade mesmo. O boliche foi uma ótima ideia. Prático e divertido.

Que bom que está começando a correr tudo bem com o Leo no infantário. Espero que continue cada vez melhor.
Uma ótima semana para vocÊs.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com

Beatrice Leong disse... [Responder Comentário]

Querida,

Primeira vez que passo aqui e ja estou encantada. Quantos anos Leo tem? Minha Alice vai pra escolinha em julho quando completar 2 anos e ja estou ansiosa...optei por nao coloca-la antes por pura culpinha de ser cedo demais. haha Dúvidas maternas!
E realmente sua ideia do boliche foi super criativa. Parabéns!

Beijoca

Mari!

como vc escreve bem! Outro dia de madrugada li um dos seus post e comecei a chorar...simples assim!
Quanta sensibilidade!
Concordo com tudo que vc falou...estamos numa paranóia sem fim.
Eu mesma já me peguei policiando pra usar certos termos e olha que não sou maldosa nem nada. É um assunto que levaria horas a fio aqui. Não participei da dita Hora do Planeta por achar o mesmo que vc...mais vale nossos atos cotidianos que 1 hora apenas.

Beijoca

http://listrasepoas.blogspot.com

Beatrice Leong disse... [Responder Comentário]

Meu Deusss colei o link e mais um recado no recadiho q deixei aqui! hahahahahah abafa!

MuitoCriança disse... [Responder Comentário]

Olá Sofia, vi seu blog no blog da fofa da Sarah e vim aqui te visitar e te linkar. E fiquei super feliz sou sua seguidora n° 100. Legal né?!
Volto mais aqui, bjs Patricia.

Fabi a loba!!! disse... [Responder Comentário]

Sofia, você não poderia estar mais correta em suas ações... incentivo da mãe é tudo !!!!!
Parabéns e que bom que está correndo tudo bem.

Hahaha... encontrei alguém que usa uma fraldinha com eu usava quando era pequena, não queria chupeta nem ursinho de pelúcia e sim minha "BETA" como chamava e chamo carinhosamente minha fraldinha que tenho guardada até hoje...rsrsrs

Beijinhos

Sarah mãe do Bento disse... [Responder Comentário]

Que bom Sofia! Só vi agora o outro post, e te digo que sua angústia é (ou era!) perfeitamente normal. E que bom que vc está tirando de letra! Vai ser ótimo sim para Leo e para vc, que terá um pouco do seu tempo de volta.
Ah, que bacana a ideia do boliche! Bento ganhou um de presente e adora.
beijos!

Ana Paula - Journal de Béatrice disse... [Responder Comentário]

Sofia,
Estou relendo estes seus posts sobre o infantario. Tb moro no exterior, longe dos pais, avos e toda parentada. Entendo perfeitamente a angustia de deixarmos os nossos pequenos com outras pessoas e que, por morarmos longe da familia, temos que ter um plano B na manga. E o plando B tem nome: infantario. Até mesmo para nos termos um tempinho para nos mesmas, seja para a ginastica ou para uma consulta medica. Sem contar que é um fator importante para a criança interagir com os outros e aprender o idioma local. Penso da mesma forma que vc.
Terei uma consulta semana que vem e sera a nossa primeira separação. Irei deixa-la ainda essa semana para conhecer as pessoas. Estou com o coração na mão, mas ciente de que essa separação sera um marco importante rumo à independência e aprendizado de que a mamãe saira por alguns instantes, mas que com certeza voltara.
Bjs : )

Enviar um comentário

Partilha comigo a tua opinião

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...